A britânica Emily Pankhurst passou por uma situação inusitada e muito perigosa que colocou sua vida em risco.

Noticias

Esta mulher foi ao hospital com dores e o resultado do exame deixa todos em choque!

A britânica Emily Pankhurst passou por uma situação inusitada e muito perigosa que colocou sua vida em risco.

As mulheres são melhores para falar, mas acredito eu, essa mulher é o exemplo de mulher perdida na vida e esquecida.

A britânica Emily Pankhurst passou por uma situação inusitada e muito perigosa que colocou sua vida em risco. A estudante cometeu o erro crucial de esquecer que estava usando absorvente interno e acabou colocando outro logo atrás. O absorvente esquecido ficou nela durante 9 dias até que ela percebesse que algo estava errado com seu corpo. Em consequência disso ela desenvolveu uma síndrome do choque tóxico, rara e perigosa.

Ela contou em entrevista que os primeiros sintomas foram a queda de pressão, barriga inchada e mal estar, mas para ela isso poderia ser reflexo dos períodos estressantes que estava vivendo na faculdade.

Mas as coisas foram se agravando, desmaios começaram a acontecer, manchas na pele e dificuldades para falar. Sua mãe decidiu levá-la até o hospital, mas os exame não detectaram a causa.

Outro sintoma estranho é que ela estava com um sangramento constante, sendo assim, decidiu introduzir os dedos para tentar descobrir o que estava acontecendo, foi quando encontrou o absorvente.

“Se não fosse a cordinha, não daria nem para identificar o que era aquele objeto. Foi horrível, estava completamente preto. Joguei na privada e tive vontade de vomitar”, disse ao jornal.

Os sintomas foram piorando e mesmo depois de ter removido o absorvente ela precisou ser internada em uma UTI diagnosticada com a síndrome do choque tóxico. 

A doença está relacionada ao uso prolongado de um absorvente interno, o que favorece a multiplicação das bactérias Staphylococcus aureus. “A bactéria normalmente já existe no corpo da mulher. No entanto, quando ocorre sua proliferação intensa, são produzidas toxinas em excesso, que causam a síndrome do choque tóxico”, explica a ginecologista Rita Oliveira da Silva, da clínica Rezende (SP).

Os sintomas de Emily são muito comuns, mas existe outros: Diarréia, febre alta, confusão mental, tontura, dor de cabeça e dor de garganta. O tempo de aparecimento desses sintomas são bem curtos e podem piorar rapidamente, em torno de 48h o corpo já pode estar em estado de choque.

O mais importante é nunca passar mais de 4h usando o mesmo absorvente, o período é recomendado pelo fabricante na embalagem do produto. Dra. Rita indica que em caso de suspeita da doença, a mulher deve ser internada imediatamente. “Se a ação não for rápida, há o risco de morte”, afirma.

O tratamento é feito com uso de antibióticos por, no mínimo, 10 dias, além de drenagem no foco da infecção.

(Source: Motivação do dia)

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem?

Temporibus autem quibusdam et aut officiis debitis aut rerum necessitatibus saepe eveniet.

Copyright © 2015 The Mag Theme. Theme by MVP Themes, powered by Wordpress.

To Top