A vida pode até te derrubar, mas é você quem escolhe a hora de se levantar.

Signos

Signos – A carta do teu signo para hoje (12 de Junho)

A vida pode até te derrubar, mas é você quem escolhe a hora de se levantar.

A vida pode até te derrubar, mas é você quem escolhe a hora de se levantar.

Carneiro

4 de Ouros

O 4 de Ouros fala em mudanças de posturas subtis. Ela pode indicar que passou uma fase menos boa, em que podem ter ocorrido mal-entendidos e isso, deixou marca. Temos de nos lembrar que tudo se cura, tudo se cicatriza e torna-se cada vez mais insignificante com o tempo.

Mas temos de querer “largar” essas mágoas que só ocupam espaço na nossa mente e corroem o nosso coração que por norma já anda sempre tão apertado…
“Nem todos podem ser ilustres; mas todos podem ser bons.” Confúcio. Pode ser tão simples como isto.

Touro

Ás de Copas

O que eu gosto deste Arcano (desta carta)! Ela é só Amor e oportunidades de amar! Portanto, se está apaixonado/a não deixe que nada interfira nessa relação, principalmente, os seus medos e mágoas antigas! Não estrague, pf! Viva com intensidade essas emoções e depois se tiver de acabar… aceite com naturalidade.

Dói, sim, dói mas temos de respeitar o livre-arbitrio de cada um, não é?
“Deixa o cavalo solto, se voltar ele é teu, se não voltar, nunca o foi.”

Gémeos

Os Amantes

Deveríamos sempre acreditar que merecemos mais e que conseguimos mais, mas não o fazemos e não o sentimos! Porque será? E quando temos de decidir entre várias opções ou caminhos, é um problema… No caso de ter de tomar alguma decisão, o conselho do Tarot é que, a tome apenas depois de ouvir a sua intuição, que é a nossa ligação ao Alto, aos Senhores grandes, aos Mestres.

Pode parecer difícil mas não é porque a voz da mente já nós conhecemos sobejamente, não é? A voz da intuição é serena e sensata.

Caranguejo

Rei de Ouros

“O amor e a verdade estão tão unidos entre si que é praticamente impossível separá-los. São como duas faces da mesma medalha.” Gandhi

Ou seja, quando a mentira entra na nossa vida amorosa e se quebra o respeito, pouco há a fazer… Não há Amor que resista a tão profunda mudança… Então, porque insistimos nessas situações? Por questões materiais? Por segurança? Por comodismo? What ever! É sempre uma situação frágil.

Preste atenção porque o Universo dá-nos oportunidades de mudarmos de vida! Pay attention!

Leão

O Karma

Quando o Louco – que representa todos nós – chega à carta XX a penúltima, ele acha que está em vias de atingir a Plenitude, a carta, o Mundo – mas eis que no Karma ou Julgamento, um anjo diz-lhe que ainda falta um pequeno passo; Resolve todas as “pontas soltas” do teu passado, és capaz de o fazer? – Ok, mas na prática como é que isso se faz? – Perdoando, apenas isso!

Perdoa-te a ti próprio pelos erros que cometeste e a todos aqueles que te magoaram ou que tu pensas que te magoaram!
Será que um dia conseguimos fazer isto de coração limpo?

Virgem

10 de Copas

“O teu coração está onde está o teu tesouro. E teu tesouro precisa ser encontrado, para que tudo possa fazer sentido.” Esta é uma das frases mais conhecidas do livro de Paulo Coelho, O Alquimista.

A simplicidade desta frase atingiu, com certeza, de forma fulminante a mente de milhares de leitores! É tão simples, porque é que complicamos tudo? Deve ter sido isto que a grande maioria de nós pensou…
O 10 de Copas pode representar na perfeição este brilhante axioma. Esta carta surge quando encontramos o pote de ouro no fim do arco-íris – a felicidade.

Tudo indica que o seu dia vai ser, no mínimo produtivo, mas há que dar sempre uma mãozinha para que seja ainda melhor!

Balança

O Eremita

“Quando a ciência entrar em teu coração e a sabedoria for doce em tua alma, pede e ser-te-á dado…”

Quando dizemos que o Amantíssimo Jesus disse; “pede e ser-te-á concedido.” Esquece-nos da outra parte fundamental que é; aprende primeiro a pedir! Só assim faz sentido! Só pedir por pedir não tem nexo, pois não?

Grande bagunça seria! Por isso é que muita gente se queixa de que Deus não os ouve?! Será que sabemos pedir? Será que sabemos minimamente o que queremos e o que é melhor para nós? Pois é…

O Eremita traz um forte apelo à introspecção e ao auto-conhecimento.

Escorpião

Ás de Paus

Mantenha os seus sentidos em alerta, pois algo de novo poderá estar no horizonte. O Universo poderá estar a dar-lhe alguma oportunidade mas cabe a si desenvolvê-la dando o seu melhor e usando todas as suas capacidades.

Nunca se esqueça que a criatividade poderá ser uma mais-valia em qualquer situação, por isso, use e abuse da sua no dia de hoje (e em todos os outros se possível), tanto na sua vida profissional como pessoal.

No entanto; “A imaginação é a mãe das ideias mas raramente sabe educar suas filhas.” Há que passar da imaginação para a concretização!

Sagitário

O Karma

A carta do Karma ou Julgamento representa a libertação, o renascimento e o aprendizado que já adquirimos nesta passagem terrena. Ela pode indicar que há frutos para serem recolhidos da árvore da vida.

No trabalho, em particular, esta lâmina pede que se liberte de pressões, opiniões e afins e se concentre nos seus objectivos porque assim as vitórias virão.

Capricórnio

A Roda da Fortuna

Esta carta representa o eterno movimento da vida, o bem e o mal ou numa palavra só, o destino.
Não tenha pressa, mas sim paciência, persistência e argúcia para que não caia, sucessivamente, nos mesmos erros e padrões de pensamento. Temos que evoluir!

Deve aceitar os novos ciclos de mudança com humildade mas com firmeza também, encarando-os como desafios. Afinal, não é para isso que cá estamos? Para evoluir, para sermos melhores?

Aquário

A Papisa

A Papisa ou a Grande Sacerdotisa representa o poder feminino, um poder misterioso, discreto, amoroso mas correcto e lúcido. Ela fala muito em paixões platónicas, emoções ocultas e pode indicar também que algo está ainda para surgir no campo amoroso.

“O segredo parece-me ser a única maneira de fazer da vida moderna algo de misterioso ou maravilhoso. A mais comum das coisas pode tornar-se deliciosa, basta dissimulá-la.” Óscar Wilde

Peixes

3 de Espadas

“Não foi a libertação do medo, mas o equilíbrio do medo, que tornou possível a sobrevivência da nossa civilização.”

Falamos muito de medo, porque ele é responsável por muitas das nossas “desgraças”, ele encalha a nossa vida… E quando nos pedem que tratemos os medos, é lógico que não podemos estalar os dedos e eles, puff, desaparecem, não, eles têm sim de ser equilibrados como tão bem define a Israelita Golda Meir:

O medo está demasiado arreigado em nós, é ancestral! Tem de se trabalha-lo devagar e harmoniosamente. Temos muito tempo, somos jovens – pelo menos de espírito!

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem?

Temporibus autem quibusdam et aut officiis debitis aut rerum necessitatibus saepe eveniet.

Copyright © 2015 The Mag Theme. Theme by MVP Themes, powered by Wordpress.

To Top